A estética importa o câncer de mama: soutiens postcirugía

Uma em cada oito mulheres pode desenvolver câncer de mama ao longo de sua vida. As taxas de cura são cada vez mais altas, mas o processo até conseguir isso, continua a ser difícil. Para contribuir para a normalização desta doença e facilitar a vida dessas mulheres a assinatura Women’secret, junto com a Fundação Dexeus Mulher, criaram sua segunda coleção de sutiãs para mulheres operadas

A estética importa o câncer de mama: soutiens postcirugíaModelo de sutiã porcirugía para pacientes com câncer de mama/Imagem cedida

Artigos relacionados

Câncer de mama: A pesquisa acadêmica facilita o caminho da superação

Segunda-feira 07.08.2017

Outras cinco mulheres contra o câncer de mama, agora ao Ártico

Sexta-feira 28.07.2017

Terapia diana após a cirurgia para câncer de mama HER2+ alcança mais de 50% de cura

Quarta-feira 01.02.2017

A novidade deste lançamento são soutiens pós-cirúrgicos pensados para mulheres com câncer de mama que ainda estão se recuperando de uma mastectomia recente. Além disso, os benefícios obtidos com a coleção Post-Surgery Bras durante a temporada de Outono-Inverno 2017 serão utilizados para oferecer, de forma gratuita, o tratamento de fertilidade para doentes oncológicos que leva a cabo a Fundação Dexeus Mulher.

“O objetivo é que os doentes oncológicos jovens conheçam essas iniciativas, porque a metade não estão bem informados sobre as possibilidades”, adverte o dr. Pedro N. Bairro, presidente da Venezuela Mulher. Também conta que neste tempo são capazes de tratar 88 mulheres que são desejado preservar sua fertilidade, 18 das quais vieram já por seus óvulos. E dez delas já têm dado à luz ou estão grávidas no momento.

O médico também foi reivindicado que esta faceta faça parte da abordagem do tratamento do câncer. “As mulheres também pensam: e se o meu médico diz que está preocupado com a minha fertilidade é porque acredita que eu vou sobreviver”.

A estética é fundamental na hora de enfrentar a doença. “No mercado existem poucos modelos de sutiã postquirúrgico e o seu preço costuma ser elevado. Além disso, é necessário recorrer a uma ortopedia para obtê-lo, algo alheio ao processo natural na compra de roupa interior”, destaca Eva Romeu, diretora-geral da Women’secret.

Estes modelos permitem que as mulheres continuar a ir a sua loja de sempre e encontrar modelos mais estéticos e acessíveis, pensados especificamente para a sua utilidade e conforto. “O objetivo é que se tornem a sentir femininas e bonitas”.

A coleção de sutiãs

O lançamento é composto por dois modelos de sutiãs, um em microfibra e outro em algodão, com detalhes de renda, diferentes cores e calcinha para o jogo. Além disso, também serão colocados à venda dois modelos de roupa de banho, roupa de banho e um biquíni para a coleção primavera-verão de 2018.

A coleção está disponível em 88 lojas físicas da Espanha e de Portugal, e o site da marca.

Modelo postcirugía

sutiã câncer de mama

1. Fecho frontal com colchetes para facilitar a colocação do sutiã

2. Alças acolchoadas e largos com elásticos suaves para garantir o conforto da peça.

3.Tecidos macios e forros de algodão, sem costura nem etiquetas interiores para respeitar a pele na área submetida a intervenção cirúrgica e radioterapia

4. Sem anéis e peças rígidas para evitar contatos indesejados com a área afetada.

Modelo para prótese

sutiã câncer de mama

1. O tirante é mais largo e acolchoado, para que fixe melhor o peito e as próteses externas. O estofamento faz com que a peça seja mais confortável e mais agradável ao uso

2. Um forro com aberturas internas, em que se coloca a prótese mamária. Essas aberturas estão em ambos os seios, para assim poder atender às necessidades específicas de cada mulher com mastectomia (se afeta apenas um peito ou a ambos, se precisa de uma prótese maior ou menor,…).

3. Tecidos macios e forros de algodão, elásticos suaves, peças com costuras planas e sem etiquetas interiores , a fim de respeitar a pele na área submetida a intervenção cirúrgica e radioterapia

4.Jardineiras alto entre os dois seios, para proteger os seios e evitar que se note a falta de volume

5.Largura da faixa lateral, para proteger a área da axila

6. Possibilidade de regular o contorno por se experimenta inchaço

7. Sem anéis e peças rígidas para evitar contatos indesejados com a área afetada

câncer de mama bras

A apresentação destes modelos também veio a influencer Belém Canalejo, autora do blog ” B na Moda e embaixadora de Womensecret por representar, segundo afirma Eva Romeu, os valores da marca.

“Em junho de 2016-me detectaram um câncer de mama. A princípio decidi ficar de fora das redes, mas então eu decidi compartilhá-lo. Eu queria que fosse visto como algo normal“, diz a blogueira.

E pondera que, sem pensar, se deu conta de que sua forma de transmitir e contar o processo obteve-se um efeito positivo em muitas de suas seguidoras: “Algumas têm sentido normalizada sua doença, outras recorreram a uma revisão ginecológica…”.

E é precisamente com este objectivo, decidiu aderir ao projeto, pois considera que um dos pontos fortes deste produto é levar a doença da normalidade. “Quando vi a informação me senti muito identificada, porque eu também me vi enfrentando uma cirurgia sem ter um sutiã adequado, e se eu tivesse conhecido essa opção, que existe há quatro anos, eu teria resolvido o problema.

O câncer de mama em números

Atualmente, 90% das mulheres que sobreviveram ao câncer de mama. Este tumor é o mais frequente entre as mulheres de todo o mundo, embora sua incidência é mais elevada em países desenvolvidos.

Segundo o último relatório anual da Sociedade Espanhola de Oncologia Médica (SEOM), a cada ano são diagnosticados em Portugal mais de 27.000 novos casos, o que representa 30% dos tumores de sexo feminino em nosso país.

Não obstante, a incidência e mortalidade do câncer de mama em Portugal é inferior à média da União Europeia, e é um dos países que apresentam números mais baixos, juntamente com a Suécia, Finlândia e Portugal.

No entanto, graças ao diagnóstico precoce, esta incidência tem aumentado na faixa de idade mais jovem (25-45 anos). Isso, somado ao atraso de maternidade, faz-se necessária a existência de programas de preservação da fertilidade, uma vez que os tratamentos (quimioterapia e radioterapia, entre outros), podem causar esterilidade.

O tratamento agora vai além da quimio e a radio e consiste em um conjunto de coisas que vão para a pessoa, a imagem, o guarda-roupa, a prática de desporto e da fertilidade”, explica o dr. Rafael Brasil, consultor de ginecologia oncológica e mastología de Mulher Dexeus.

“O conhecimento do câncer de mama evoluiu muito rapidamente. O médico tem que estar muito atualizado e que capta a sua atenção principal, mas quando é tratar pacientes elas também exigem algo tão normal como a sua estética”.

Encontre-o na AMAZON

(Não Ratings Yet)
Loading…

Leave a Reply